sábado, setembro 16, 2006

Davi e Golias

Davi e Golias

Quais as chances de Davi contra Golias?
Zero! Mas, Davi havia matado um leão e um urso.
Jovem, sem treinamento militar e desacreditado.
Quais as chances de Golias? Todas!
A couraça dele pesava quase 57 quilos, 3 metros de altura e armado até os dentes!
Golias era apoiado por um escudeiro à frente e do exército na retaguarda,
caso o "pirralho" fugisse por debaixo de suas pernas.
Na primeira fase da luta, a dos insultos, houve empate.
Disseram o que quiseram. A do confronto, não houve.
Quando Golias foi em direção a Davi,
este foi para a linha de batalha, posicionando-se para disparar.
Sua arma era a funda que usava na proteção das ovelhas.
Escolheu uma pedra e disparou.
Acertou na testa, derrubando o gigante. Depois, foi fácil.
Com a espada de Golias, caído, rosto no chão, Davi o matou e arrancou-lhe a cabeça.
O impossível aconteceu. Davi venceu.
Sua vitória cooperou para levá-lo ao trono de Israel.
O que Deus quer nos ensinar?
- Não olhe tanto para as circunstâncias e probabilidades.
Quando elas nos impressionam, sentimos derrotados.
- Esqueça a guerra verbal. Termina sempre empatado.
- Seja honesto: lute com suas armas.
Usar "ferramentas" dos outros pode ser uma estratégia ruim.
- Seja precavido. Davi só precisou uma pedra, mas se algo desse errado,
tinha mais quatro de reserva.
- Seja estratégico. Não basta só coragem.
Inteligência é arma impressindível.
- Domine suas emoções.
Davi não se descontrolou em nenhum momento.
- Confie em Deus! Dependa dEle.
Vivendo esse item, caso esqueça dos outros, está tudo bem.
Está pronto para derrotar o "Golias" de hoje?

A fé em Cristo vence a lei das probabilidades.

Pão Diário
(27 de Novembro de 2002)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO