domingo, setembro 24, 2006

ME PERDOE






Me perdoe,
Se descubro em você
Minhas fraquezas.

Me perdoe,
Se vejo em você
Minha feiúra,
Minhas asperezas.

Me perdoe,
Se jogo demais em você
Os meus sonhos.
Meus ideais,
Meu irreal.

Me procuro na direção oposta,
Até entender que não estou em você

E descobrir-me,
Para sentir, de fato, o amor
E encontra-lo sem buscas
Nem direção,
Simplesmente sendo.

(Jerusa Borges.)
Texto extraído do Livro:
Amar Pode dar Certo
(Roberto Shinyashiki)?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO