segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Amor da minha vida


Hei amor, não vá!
o que fez em minha mente?
A dominou e eu, escravo e amante,
sempre entregue.

Hei amor, se for saiba do que levarás
porque foi naquele dia que nos conhecemos
que eu me tornei, a sua dor e sua felicidade.
A explosão em meu coração, duvida do me sentir completo,
certeza do bem que me fazes

Você se lembra tudo que fizemos juntos?
Tarde, noite, manhãs
do “meu” e do “seu”, que se tornou nosso.

O amor que eu cobro foi só o que dei,
traga de volta, aquilo que destes um dia,
pois, amar sem você é um amor comum,
amar contigo é o amor simples e sereno
que quero só pra mim.

Mesmo você indo lembre-se...
eu ainda te amo,
eu ainda te vivo,
eu ainda te quero.
O que eu quero é viver, o amor sem condições que me destes.

Porque você sabe que somos cúmplices de uma aliança do afeto, fique ao meu lado...amor da minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO