terça-feira, fevereiro 24, 2009

NOSSO AMOR


"Ah! Quão bondoso é o tempo...
Podou-me as arestas,
Tapou-me as frestas
E em festa, colore a paisagem tão fria....

Me extasia!
Pois Já a aurora
Em meu âmago reluzia...
Luzes... mesmo não sendo dia...

Sensação mágica mais louca
Cala-me a boca
Sussurando apenas minh'alma...

E nessa calma
Que me agita e consome,
Em silêncio grito.... TEU NOME!

E nessa calma
Que te agita e consome,
Teu silêncio grita.... MEU NOME!"
(Rose Felliciano)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO