quinta-feira, abril 23, 2009

AMOR CHAMA ARDENTE


Apaixonar é sofrer...
sofrer...
e viver...
Chama ardente que devora
alma, coração
Alucina
machuca
corrompe...
fogo que arde
ferida que não cicatriza
voz que não cala
Grito
estampido gemido
dor incontida...
Dispôr de mãos...
não as alcança
Luz que inibria
sem misericórdia
Luta incessante...
dia se faz noite
noite se faz dia
não se dorme
não se alimenta
se vive no abstrato de nós dois
na ânsia de braços, abraços
bocas, beijos...
Se envolver
Se render
Se perder...
AD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO