sábado, setembro 16, 2006

A construção da vida de um filho

A construção da vida de um filho
Adaptado de Josué Campanhã
Roberto, filho de um advogado famoso por seus livros na área de Direito, compareceu ao Tribunal, acusado de falsificação de cheques. O juiz, um velho amigo de seu pai, dirigiu-se a ele dizendo com rispidez: "Rapaz, você se lembra de seu pai? Você o tem desonrado."
"Lembro-me perfeitamente", respondeu o jovem, com bastante calma. E prosseguiu: "Quando eu o procurava para lhe pedir conselhos ou companhia, ele sempre respondia: ‘Vá embora, menino, eu estou ocupado’. Assim, meu pai terminou de escrever o livro e aqui estou eu". (David Merkh)
A época em que a família mais influi na vida de um ser humano é a infância. Daí provêm todas as marcas que a pessoa carregará para a sua vida. Às vezes são cicatrizes desagradáveis. Além da influência, na idade infantil, a família continua exercendo uma importância muito grande na idade jovem.
Para o jovem, a família é um mundo significativo. A família é para o jovem o que o automóvel é para o homem. O homem não deixará de se locomover se não tiver um automóvel. Ele apenas se locomoverá com maior dificuldade. O jovem não deixará de viver se perder ou abandonar a sua família. No entanto, ele terá muitas dificuldades nas suas decisões e no seu dia-a-dia.
O tipo de comportamento do jovem será determinado pela realidade social que a família vive. Dificilmente uma pessoa desajustada no lar será bem ajustada no trabalho ou em outras áreas da vida. É na juventude que se escolhe a profissão, o cônjuge, a faculdade e a religião. Uma decisão errada pode comprometer uma vida. A família é essencial nesta hora.
A família não é a mais nem a menos importante influência na vida dos filhos: é a principal. Nada pode substituir a falta de uma família para os filhos. A família exerce um caráter formativo constante. Como se diz na linguagem popular, a família "está fazendo a cabeça dos filhos".
Apesar disto, geralmente os pais não ensinam tudo que devem aos seus filhos, mas cobram deles as atitudes mais corretas do mundo na hora em que eles erram. Há pais que jogam seus filhos em verdadeiras "covas de leões", e acham que eles devem sair de lá ilesos.
Indiscutivelmente, a família deixa na vida dos filhos marcas para toda uma vida. A família não está apenas educando um ser humano, mas moldando o estilo de várias gerações subseqüentes. A família precisa ter consciência de que os filhos não vão à escola ou à igreja para aprenderem como viver. Eles aprendem a viver em casa e vão para a vida reforçar os seus conhecimentos e mostrar o que aprenderam em casa. A firmeza dos filhos depende da família, na razão direta da dependência desta família de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO