sábado, setembro 16, 2006

O AMOR NASCE ESPONTÂNEO

O AMOR NASCE ESPONTÂNEO
ZELISA CAMARGO


O amor nasce espontâneo
não marca hora de chegada e nem de partida
não escolhe pessoas
simplesmente segue o seu ser
e seu desejo de amar
e nem sempre encontra seu
colo amigo que nós acolha.
Mas não peça perdão por ter amado
não importa que não tenha sido entendida
que esse amor não tenha sido
correspondido a sua altura.
Tudo isso faz parte da vida.
Dos desamores e amores
que vivenciamos para
aprendermos de amor
verdadeiro.
Não se culpe pelos caminhos
tortuosos
pela dor incontida
pela alma despedaçada.
Pois foram através dessa longa
caminhada
que você chega ao ponto
em que se encontra hoje.
Aberta para o amor
a espera do seu complemento
que também caminha a ti.
Não peça perdão e nem sofra
pelo que passou,
pois novos amores sempre chegarão
para acalentar nossa alma
e nunca podemos nos desesperar
por nada,
pois na vida todos os momentos passam
e esse também passou
e agora
é esperar somente
o amor que caminha em tua busca
para ser uma constante felicidade
repleta de amor e realizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO