terça-feira, dezembro 16, 2008

Sem perdão não existe amanhã




Mas o perdão tem o dia seguinte.
Os que mutuamente se perdoam e se abraçam
não são mais capazes de ferir um ao outro.
Ainda que desobrigados pelo perdão,
farão todo o possível para reparar os danos do caminho.
Mas já não buscam justiça.
Buscam comunhão.
Já não o fazem porque se sentem culpados
e querem se justificar para si mesmos ou para quem quer que seja,
mas porque se percebem amados e não têm outra alternativa
senão retribuir amando.
As experiências de perdão que não resultam na busca do que é justo desmerecem o perdão e esvaziam sua grandeza e seu poder de curar.
Perdoar é diferente de relevar.
Perdoar é afirmar o amor sobre a justiça, sem jamais sacrificar o que é justo.
O perdão coloca as coisas no lugar.
E nos capacita a conviver com algumas coisas
que jamais voltarão ao lugar de onde não deveriam ter saído.
Sem perdão não existe amanhã.

Ed Rene Kivits

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO