quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Os 22 inimigos do casamento.



- Medo
- Insegurança
- Carências afetivas
- Conflitos internos que refletem na relação
- Falta de romantismo, carinho, atenção, cuidado com o outro
- Falta de confiança, diálogo, comunicação
- Falta constante de demonstração de amor
- Falta de desejo, atração
- Desinteresse pelo que o outro diz, faz ou sente
- Brigas crônicas (repetitiva e sem gerar mudança)
- Ciúme sem motivo e desproporcional
- Interferência familiar
- Agressividade
- Inveja
- Traição
- Desprezo
- Indiferença
- Rotina
- Mentira
- Egoísmo
- Crises financeiras
- Sem dúvida, falta de amor!

Diante dessa lista, é possível fazer muitas coisas. Primeiro é preciso identificar as possíveis causas que estão corroendo seu relacionamento. Para isso você poderá responder as seguintes perguntas:

- Se há brigas, quais são os motivos? São sempre os mesmos?

- Se não há brigas, mas há o silêncio, a indiferença, o que pode estar por trás disso?

- Como você tem alimentado sua relação?

- O que você têm feito para a construção da relação?

- Você conversa com seu companheiro sobre seus sentimentos?

- Seu companheiro se interessa pelo que você faz, e principalmente pelo que você sente?

- Você se interessa pelo que ele faz e pelo que ele sente?

- Seus sentimentos são respeitados e considerados importantes por ele? E você, respeita os sentimentos dele?

- O que você sente quando está ao lado dele? E quando está longe?

- Pense em como você gostaria que fosse sua relação afetiva. Agora compare como está atualmente. Há muita diferença entre o que gostaria e está hoje?

Responda essas perguntas com toda sinceridade e depois reflita sobre as respostas. Pode ser que elas te ajudem a identificar as causas dos desentendimentos e de sua tristeza. Com tudo isso claro em sua mente, procure seu companheiro para uma conversa franca e redefinam pontos importantes, onde os dois possam ouvir e perceber as necessidades do outro tanto como as suas próprias.

É preciso investir sempre, fazendo algo que surpreenda e deixe o outro feliz e isso só você mesmo poderá saber por onde começar!

Lembre-se: "Há três possibilidades de mudança na relação: o eu, o outro, a relação. A única que depende exclusivamente de você é o eu! O outro depende dele. E a relação dos dois."

Rosemeire Zago

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO