domingo, março 08, 2009

Somente Com Você...


© Silvia Schmidt

Quando eu chegar sem nada dizer
e permanecer em silêncio, por favor,
entenda que só quero estar perto de você.

Se notar que estou a ponto de chorar,
não me diga " não chore ".
Deixe que as lágrimas venham e perceba
que eu só não escondo meu pranto de você.

Se eu lhe disser que estou muito triste,
por favor, não diga " não fique assim ".
Deixe que a tristeza se esgote em mim
e entenda que para você não preciso fingir.

Se eu começar a relatar as minhas mágoas,
por favor, ouça-me,
e entenda que eu não as revelo para ninguém,
a não ser para você.

Quando eu lhe exponho minhas decepções,
frustrações, fracassos e tantos sentimentos dolorosos,
em outras palavras estou lhe dizendo
que preciso do seu colo,
apenas do seu colo.
Por favor, recolha-me e silencie,
com seu coração unido ao meu.

Quando eu baixar os olhos para o chão,
não diga " olhe para cima ".
Eu posso estar procurando dentro de mim
as respostas de que necessito e,
nesse momento, sua presença
- tão somente a sua presença -
poderá estar ajudando-me a encontrá-las.

Quando eu aparecer com medos, inseguranças,
preocupações, ansiedades e tantas outras
emoções desequilibrantes, por favor,
não me fale de terapias, métodos, remédios,
fórmulas prontas nem receitas de vida.

Entenda que quando eu me abro para você
- e tão somente para você -
tudo me parece mais simples, mais fácil de lidar,
as nuvens se clareiam e eu consigo retornar à paz.

O que nos une é forte o suficiente
para desafiar todos os limites de tolerância.
Seja tolerante comigo, pois sempre o serei com você.

Quando, finalmente,
eu abrir um amoroso e fortalecido sorriso,
abrace-me carinhosamente,
diga " estamos juntos "
e preencha-se de renovada certeza
de que quando os papéis se inverterem,
eu serei para você o que agora peço que seja para mim.

Meu coração lhe agradece e...
ama você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO