quarta-feira, abril 15, 2009

Amar


Amar é sentir o coração bater descompassado, as mãos tremerem e o suor brotar.

Amar é beijar suavemente, e depois nervosamente, pra depois se acalmar. Amar é desejar o corpo do outro, os sonhos do outro, o seu suor.

Amar é sonhar acordado, suspirar sozinho e perceber cada nuance das cores do mundo.

Amar é dividir com prazer. Dividir sonhos, dividir a cama, a escova de dentes, o melhor amigo, as tardes de domingo.

Amar é desaprender a viver sozinho, e ao mesmo tempo aprender a respeitar o espaço do outro. É aprender que liberdade tem limite – o limite da liberdade do outro.

Amar é descobrir o que é ciúme – e que se for desmedido, pode não ser amor.

Amar é dar espaço, é fazer concessões. É sonhar o sonho do outro e permitir que os nossos próprios sonhos sejam do outro também.

Amar é errar no tempero por excesso de zelo. Amar é aprender a voltar atrás.

Amar é sussurrar querendo gritar para não macular o ouvido de quem se ama.

Amar é chorar e rir bem alto, sem medo de se expor.

Amar é não ter vergonha dos próprios sentimentos, e ter vontade de sair por aí dizendo que ama a quem quiser ouvir,

Amar é descobrir, com tristeza, mas mágoa, nunca, que o amor às vezes pode não ser correspondido. E que romances têm início, meio e fim, mas o amor, não.

Amar é viver com a certeza de que a vida a dois é a melhor que existe e buscar, dia após dia, essa felicidade.

Amar é viver e permitir a liberdade. Entender que só existe amor quando ambos tiverem liberdade para ir, vir, ficar. Amar é aceitar que o outro se vá. E mesmo na dor, nunca deixar de amar. É aprender que nem sempre será para sempre e que isso pode ser bom.

Amar é desejar a felicidade do ser amado. E mesmo longe, continuar amando. Amar é aceitar a distância, acostumar-se à ausência, desejar o retorno.

Amar é permitir-se a esperança. É descobrir que o verdadeiro amor não concede espaço ao sofrimento e que não precisa impedir outros amores.

Amar... é nunca desistir de ser feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO