sábado, setembro 16, 2006

EMBRIAGADO...




Eu bebi do teu sorriso...e me embriaguei
Eu bebi da tua simpatia...e me embriaguei
Eu bebi do teu carinho... e me embriaguei
Eu bebi da tua voz...e me embriaguei
Eu bebi da tua atenção...e me embriaguei
Eu bebi da tua coerência...e me embriaguei
Eu bebi do teu silêncio...e me embriaguei
Eu bebi do teu "idem"...e me embriaguei
Eu bebi do teu "tá bom"...e me embriaguei
Eu bebi aquilo que imagino que tu dirias...e me embriaguei
Eu bebi do teu "AMODORO"... e me embriaguei
Eu bebi do teu "eu tb"...e me embriaguei
Enfim eu bebi do teu amor...e me embriaguei
AMOR, me embriaguei de ti...
Me embriaguei do teu jeito de ser...
Mas eu não quero ficar sóbrio...
Quero permanecer assim...
pra não sentir a dor da saudade...
pra não lembrar da distância...
pra não lembrar das circunstâncias...
pra não lembrar da saudade...
Amor...gosto demais de ti.
Aliás, gosto não é a palavra correta...
o que deveria dizer?? tu sabes (.............)
o que eu quero dizer é que te amo...

Este poema é meu,
...esse foi o primeiro..

2 comentários:

  1. Por ser o primeiro,eu achei mto lindo....a"TUA" cara.Bjs.

    ResponderExcluir
  2. MUITO LINDO,"SE EMBRIAGOU MESMO"?...taps.

    ResponderExcluir

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO