domingo, fevereiro 22, 2009

A time for us...



Será verdade que nos habituamos a tudo ?

Será verdade que nunca é demasiado tarde ?


Será verdade que o Amor vence todos os limites ?


Verdade ... Tão longe anda a verdade de nós... Apenas tu e eu a partilhamos . Secretamente .
Eu sou a maior mentira da tua vida . Uma mentira que desesperadamente permanece . E que se um dia for revelada , causará talvez danos irreparáveis .


Não , não nos habituamos a tudo . Durante vários dias , fiz o impossível para me convencer que te devo aceitar na minha vida assim , com os teus limites , com o teu tempo , com o pouco espaço que temos . Tentei até dizer a mim própria que talvez fosse melhor assim . Cada um do seu lado, vivendo momentos lindos quando a vida nos junta . Sem planos , sem os problemas normais de qualquer casal . Apenas felicidade e leveza .
Quantas mentiras contei a mim mesma nos últimos dias , tentando salvar-me da realidade que temos ?...
Queria todos os problemas de qualquer casal . Queria normalidade . Queria o bom e o mau de uma vida a dois . Queria todos os planos e sonhos . Queria não ter de mentir até a mim própria . Não , nunca me habituarei a isto . Nem quero .
.
Ontem desmoronou tudo . A aparente leveza que consegui manter durante alguns dias , desfez-se perante a nossa conversa . E voltei a adormecer a chorar e tu ... tu talvez nem tenhas chegado a adormecer ... Partilhas comigo o desespero dos que não podem nada ...


Quem me ler , talvez fique incrédulo perante isto e pergunte porquê ... Eu também não sei porquê ... Eu também não sei porque é que se desiste de um sonho , do único pelo qual valia a pena lutar .


Mas eu já desisti do meu sonho . Perdoa-me , mas talvez até já tenha desistido de ti . E permaneça apenas porque não posso partir , porque te amo como nunca te saberei explicar .


Que futuro , meu Amor ? Onde está a esperança ? Onde está o nosso tempo ? Quando sabes que eu estou a chorar deste lado e os teus olhos se embaciam desse lado , para onde achas que estamos a caminhar ?


Tu és um homem admirável , de uma beleza invulgar . O mundo que vive dentro de ti e que talvez apenas eu tenha descoberto nesta vida , é onde eu queria ficar , é o meu lugar . Sempre terei essa certeza .


Mas vejo-te tão longe , do lado do medo, dentro de uma prisão com uma sentença que sinceramente me parece perpétua ... Não te sei alcançar , meu Amor . Nem sei como te ajudar quando penso que nunca foi sequer possível nenhuma decisão .
Apenas te chamo, esperando que um dia me ouças .
Porque um dia , pode mesmo ser tarde demais .
E um dia talvez entendas que o Amor podia vencer .


Sou feliz de uma maneira intraduzível quando estou contigo . Estou numa paz doce e inegualável nos teus braços . Elevo-me a uma lugar que desconhecia e onde só um grande Amor me poderia conduzir .
Arrepio-me quando te olho e sei o que encontrei .
Este Amor ainda me assusta . Por ser um Amor raro, feito de tantos amores , de mil detalhes pequeninos , de grandiosas verdades . Por ser um Amor que implora por um sonho tão grande .
É para ti que elejo esta canção de esperança , visto que foste tu que a escolheste para nós ...
Certo ou errado , eu amo-te muito ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANTES DE SAIR DEIXE SEU COMENTÁRIO